segunda-feira, 2 de fevereiro de 2009

Catolicismo, Candomblé e Umbanda - Qual a ligação entre essas religiões?

Cada um dos 16 orixás - as entidades cultuadas no candomblé e na umbanda - corresponde a um ou mais santos católicos. Dá para explicar essa ligação contando um pouco da história do período colonial no Brasil.

Naquela época, chegaram ao país os primeiros africanos de origem iorubá, um povo que ocupava a região onde hoje ficam Nigéria, Benin e Togo. A religião dos iorubás era o candomblé, mas eles aportaram no Brasil como escravos e não podiam cultuar suas divindades livremente - você sabe, a religião oficial do país era (e é) o catolicismo.

Por causa dessa proibição, os escravos começaram a associar suas divindades com os santos católicos para exercerem sua fé disfarçadamente. Como os santos católicos são bem numerosos, existem divindades que são identificadas com mais de um santo. Por exemplo: Oxóssi, o rei da caça, é associado a São Jorge e a São Sebastião. Essa relação com um ou outro santo depende da região do país, variando de acordo com a popularidade do santo no local.

Claro que a associação não é exata: ao contrário dos santos católicos, os orixás são entidades com virtudes e defeitos, e seus seguidores acreditam que eles conhecem o destino de cada um dos mortais. Bom, só faltou falar um pouquinho da relação dos orixás com a umbanda, uma religião genuinamente brasileira, surgida na década de 30 no Rio de Janeiro a partir da combinação de elementos do candomblé, do catolicismo e do espiritismo. Assim como o candomblé, a umbanda também cultua os orixás. Mas os umbandistas representam essas divindades com imagens diferentes, além de cultuarem outros três espíritos, o preto-velho, o caboclo e a pomba-gira. Nenhum deles aparece no candomblé.
Veja abaixo como as cinco principais entidades do candomblé e da umbanda se relacionam com as católicas:

ORIXÁ: Iemanjá
SANTA CATÓLICA: Nossa Senhora da Conceição
Iemanjá é a deusa dos grandes rios, mares e oceanos. Na umbanda, ela é cultuada como mãe de muitos orixás e identificada com Nossa Senhora da Conceição - uma das manifestações católicas da Virgem Maria, mãe de Jesus. No candomblé, ela é representada como uma negra e usa roupas africanas

ORIXÁ: Iansã
SANTA CATÓLICA: Santa Bárbara
Esposa de Xangô, a Iansã do candomblé e da umbanda é a deusa dos raios, dos ventos e das tempestades. Na doutrina católica, ela corresponde a Santa Bárbara - também uma protetora contra raios, tempestades e trovões

ORIXÁ: Xangô
SANTO CATÓLICO: São Jerônimo e São João
Tanto para o candomblé quanto para a umbanda, Xangô é o deus do trovão e da justiça. Ele é associado a dois santos católicos: São Jerônimo, que no final do século 4 traduziu alguns livros da Bíblia do hebraico e do grego para o latim, ou São João, que pregava a conversão religiosa e batizou Jesus

ORIXÁ: Ogum
SANTO CATÓLICO: Santo Antônio e São Jorge
Para a umbanda e o candomblé, Ogum é o orixá da guerra, capaz de abrir caminhos na vida. Por isso, costuma ser identificado com Santo Antônio, o "santo casamenteiro", ou com São Jorge, santo guerreiro que é representado matando um dragão

ORIXÁ: Oxalá
SANTO CATÓLICO: Jesus
Na umbanda e no candomblé, Oxalá é a divindade que criou a humanidade - por isso, ele se equivale a Jesus, uma das manifestações do Deus triuno do catolicismo (pai, filho e espírito santo). Além de ter modelado os primeiros seres humanos, Oxalá também inventou o pilão para preparar inhame e é considerado o criador da cultura material.
Lembrando: hoje, 02 de fevereiro, comemora-se o dia de Iemanjá (ou Nossa Sra da Conceição ou ainda - como é Iemanjá no catolicismo no Rio Grande do Sul - Nossa Sra dos Navegantes).
Não importa a qual religião você pertença - ou se você pertence a uma - mas acho que o que tanto falta ao ser humano nos dias de hoje é dedicar-se mais ao seu lado espiritual. Cultive o seu! Tente fazer do mundo um lugar melhor para você viver!

10 comentários:

Nigel Goodman disse...

Eu parei de ler o texto na parte que você fala que a religião oficial do país é o catolicismo. Vai se informar.

30 e poucos anos. disse...

mas a religião oficial do Brasil é i catolicismo sim...não significa que é a que tem o maior número de seguidores !!!

Luciana disse...

Caro leitor Nigel,

É por essas e por outras que precisamos ler as informações por inteiro...
Essa informação consta como dado oficial na edição da Superinteressante. Ninguém diz aqui que todos os brasileiros são católicos, mas predominantemente como tal nos dados oficiais.Eu mesma, sou católica só no papel, pois a minha prática se dá dentro do espiritismo. Antes de julgar a opinião dos outros, é importante sabermos o que estamos realmenhte querendo dizer e se essa informação é coerente.

K.Rafael disse...

Eu não sabia dessas ligações não. Agora vejo que todas as religiões tem sempre uma coisa a ver com outras. Gostei muito desse blog.

Nigel Goodman disse...

Sério. Brasil é um pais laiko, está na constituição. Aparentemente vocês não sabem disso. Leem qualquer coisa em uma revista e saem multiplicando. Mais uma vez, o Brasil não tem religião oficial.

André disse...

isso nao tem sentido nenhum/sincretismo????uma piada!!!religiao somente engana!!!ja fui filho de santo /medium e caralho a quatro/tudo auto sugestao e embuste/abraços

Luciana disse...

Caro Nigel,

O fato da religião católica ser oficial não significa que todos devemos segui-la.O Brasil é considerado por outros países como sendo católico, mas como você sabe, temos tantas outras religiões misturadas, por exemplo: tem muitos que se dizem católicos, mas freqüentam o seu culto afro: Umbanda, ou freqüentam espiritismo...Mas se você fizer uma pesquisa na vida do Brasileiro, vai ver que a predominância, é a religião oficial: católica.
um abraço

fernanda disse...

o católicismo já foi a muito tempo atrás a religião oficial no brasil,mas hoje graças a Deus o evangelho de crito predomina o numero de evangelicos aumentaram,graças a Deus,segundo pesquisas do proprio vaticano e o do papa que preocupado fez uma visita ao brasil no intuito de reerguer essa estimativa,foi debalde amém.

Anônimo disse...

Burros!

Anônimo disse...

Ok